#origem – Beijinho

“Beijinho ou Branquinho (no Rio Grande do Sul) é um doce tipicamente brasileiro servido em festas de aniversário. Sua origem provém de alguns experimentos com leite condensado e leite de cabra qualhado, que daria um gosto levemente azedo quebrando o excesso de açúcar no seu sabor. Seu idealizador foi José Ferreira Mendes, um homem rico que morou na França e estudou culinária na escola Gâteaux et Confiseries de 1940 à 1946, e com 34 anos (1947) retornou ao Brasil. Dos anos 1948 à 1950, seus experimentos na área da confeitaria foram desvalorizados apesar dos seus estudos na Europa, e desiludido deixou de trabalhar na área, deixando suas anotações para sua filha Isabelle Ferreira Arnaud, que seguiu seus passos na culinária. Aos 19 anos (1964), intrigada por não encontrar uma forma de tornar o doce de seu pai popular, achou apropriado misturar leite condensado e suco de lichia, para dar uma consistência aquosa, e depois deixou refrigerando. Seu gosto era especialmente saboroso e para dar um toque final acrescentou coco ralado como cobertura. Alguns anos mais tarde o suco de lichia fora descartado, porém sua base de leite condensado e coco se manteve. Tornou-se um doce popular e fora levado por Isabelle à Europa, pois assim ficaria na história européia e brasileira o doce criado por seu pai. Hoje em dia, muito popularizado, é preparado e servido de forma semelhante ao brigadeiro, mas leva coco ralado ao invés de chocolate em pó. A massa pode levar gemas de ovos ou não, dependendo da região do país em que é feito. Também pode levar suco de laranja e cascas de limão e ser coberto com açúcar cristal ou coco. Tradicionalmente, um único cravo é colocado em cima do doce.”

Fonte
Wikipedia

Fritada

“A palavra frittata deriva do italiano fritta, o particípio passado feminino de “fritar” (friggere), e era originalmente um termo geral para cozinhar ovos em uma frigideira, em qualquer parte do espectro de ovo frito, através da omelete convencional, para uma versão italiana dos espanhóis tortilla de patatas, feita com batata frita. Fora da Itália, frittata era vista como equivalente a “omelete” até pelo menos meados dos anos 1950.”

Fonte
Wikipedia

#origem – Arroz Doce

Apesar da origem ser atribuída aos nossos patrícios, o arroz cozido em leite e açúcar tem registros que datam do século VI a.C. A chegada da cana-da-índia ao Oriente Médio, onde já se cultivava o arroz, marca a origem desta deliciosa sobremesa que resiste ao tempo e chega até nossos dias.

Em Portugal essa sobremesa é obrigatória nos dias de festas de todos os tipos, há muito tempo. Por ser conhecido como “arroz-de-festa”, deu origem à referência que se faz às pessoas que estão em todos os eventos possíveis.

Presente nas mesas de todo o mundo, por aqui não foi diferente e marca a lembrança da infância de muita gente como uma das merendas mais comuns nas escolas de todo o Brasil, ou preparado pelas nossas avós!

Uma rápida pesquisa e encontraremos as mais diversas variações de receitas: com calda de chocolate, coco ralado, vinho, doce de leite, amendoim torrado, cachaça, queijo minas, etc, etc, etc., o que nos faz chegar à conclusão que cada um encontrou uma fórmula diferente de prepará-lo, de acordo com seu gosto e talento.

Tradicionalmente, o arroz doce português – que é o mais popular no Brasil – tem preparo bem simples, à base de arroz, açúcar e leite, aromatizado com canela e raspas de limão.

Fonte
Demodelando

#historia – risoto

“A receita original de risoto surgiu em 1574. Por quase 200 anos, nesse tempo, havia muito trabalho pela construção de uma Catedral, Duomo di Milano, havia carpinteiros, arquitectos e pintores de toda a Europa. Em uma pequena fazenda poliglota ali perto havia uma comunidade Belga: Valerio de Fianders, mestre na fabricação de vidros, tinha que fabricar algumas janelas para a Catedral e isso lhe trouxe muitos estudantes. Um em particular se destacava dos outros devido a sua habilidade de misturar cores. Seu segredo era misturar um pouco de açafrão quando o vidro estivesse pronto. Seu mestre sabia da paixão de seu mais prospero aluno por açafrão, mas fingia que não sabia de nada e se limitava a dizer a seu aluno, irritando-o, que se ele continuasse com isso iria acabar colocando açafrão no risoto. Após muitos anos de incomodar o aluno decide aplicar um truque no seu mestre: A filha de Valerio iria se casar e o aluno subornou o cozinheiro para esse colocar no risoto um pouco de açafrão. Imagine a surpresa dos convidados quando viram aquele arroz amarelo. Um teve a coragem de experimentar, depois outro e mais outro e todos adoraram surgindo assim o risotto alla milanese.”

Fonte
Wikipedia

#origem – Nutella

“Nutella é uma marca de um creme de avelã com cacau e leite que está presente em quase todo o mundo. Nutella foi criado pela empresa italiana Ferrero no ano de 1963. A receita foi desenvolvida a partir de um outro produto lançado pela Ferrero em 1944. Nutella é atualmente vendido em mais 75 países.3 No Brasil, é vendida desde 2005, 3 sendo produzida e comercializada no Brasil pela Nutrella desde agosto de 2012 quando a Ferrero fechou sua filial brasileira.
(…)
Em 1963, o filho de Pietro, Michele Ferrero decidiu popularizar o “Supercrema”, com a intenção de vender o alimento a todo o mercado europeu, modificando algumas composições, assim como a embalagem e introduzindo o nome “Nutella”. O primeiro pote de chocolate foi feito na fábrica em Alba, na Província de Cuneo, Piemonte, em 1964. O produto tornou-se popular rapidamente.”

Wikipedia

No blog terão muitas receitas de Nutella 😀

#origem – Bolo

Acredita-se que a elaboração de bolos exista desde o Egito Antigo na forma de pães adoçados com xarope de frutas, tâmaras, passas. Os antigos gregos e romanos o aperfeiçoaram, Nero, por exemplo, os apreciava. A real diferença entre pães e bolos só veio a ser caracterizada durante o Renascimento. A denominação teria vindo de bola e os bolos teriam formas associadas a lua, a cone.

O primeiro bolo alto, de andares, teria sido feito para o casamento de Catarina de Médici com Henrique II da França em 1533. Em 1568 na Alemanha, no casamento de Guilherme da Baviera com Renata de Lorena (França), o bolo tinha mais de 3 metros da altura e dele saiu Ferdinando da Áustria .No reinado da Rainha Vitória I do Reino Unido houve muitas festa com bolos de até 200 kg com 2 metros de altura.

As velas usadas nos bolos de aniversário são originadas da Grécia Antiga, das festas de Ártemis no dia 6 de cada mês do Calendário egípcio.

Wikipedia

#origem – Brigadeiro

“O brigadeiro foi inventado no Brasil depois da Segunda Guerra Mundial (1939-1945). Naquele tempo, era muito difícil conseguir leite fresco e açúcar para se fazer receitas de doces. Aí, descobriram que a mistura de leite condensado e chocolate resultava em um docinho bem gostoso.

Ainda faltava dar um nome para o novo doce. Na mesma época, aconteciam as eleições para presidente do Brasil, e um dos candidatos era o Brigadeiro Eduardo Gomes. Na campanha, ele utilizava uma propaganda engraçada, que ficou na boca do povo: ‘Vote no Brigadeiro que é bonito e é solteiro.’ Suas eleitoras batizaram o doce em homenagem ao candidato. E as mulheres que trabalhavam na campanha, em vez do ‘santinho’ tradicional do candidato, distribuíam o docinho para ganhar votos. Com o tempo, o brigadeiro foi ficando cada vez melhor. Para enfeitá-lo e deixá-lo mais saboroso, foi inventado o chocolate granulado. Depois, outras receitas foram criadas a partir da original.”

Fonte
Manequim